Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

naomedeemouvidos

Sou mulher, pelo que, metade(?) do mundo não me compreende. Tenho opinião sobre tudo e mais alguma coisa, pelo que, na maioria das vezes estou errada. E escrevo de acordo com a antiga ortografia, pelo que, não me dêem ouvidos..

naomedeemouvidos

Sou mulher, pelo que, metade(?) do mundo não me compreende. Tenho opinião sobre tudo e mais alguma coisa, pelo que, na maioria das vezes estou errada. E escrevo de acordo com a antiga ortografia, pelo que, não me dêem ouvidos..

20.Abr.18

Discutir a eutanásia, mas a sério!

naomedeemouvidos
Eu thanatos, a morte sem sofrimento. Aparentemente, a expressão grega não teria nada que ver com a ideia que temos, actualmente, da palavra eutanásia e, menos ainda, com a discussão (às vezes, irracional) que opõe os “defensores da vida” aos “defendores da morte”. A primeira, à data, referir-se-ia a uma morte tranquila, sem sofrimento, de facto, mas natural. A segunda, nos dias de hoje, está praticamente reduzida à acção de ajudar a alguém a morrer, igualmente sem (...)
19.Abr.18

A vida é para ser vivida. É, não é?

naomedeemouvidos
A princípio, eram coisas menores. Uma pequena tarefa, sem importância, que ficava a meio, o escritório numa desarrumação pouco habitual para uma mente metódica, um colarinho desalinhado para um homem que sempre cultivara uma imagem impecável, um desconcertante desvio na estrada num caminho que se conheceu e se percorreu toda a vida. As irritações passaram de pontuais a permanentes, os conflitos intensificaram-se. Já não era apenas uma maçã oxidada, em agonia, esquecida na (...)
18.Abr.18

006, Licença para Gastar!

naomedeemouvidos
Todos gostávamos de ter um amigo como Santos Silva! Esse fantástico e altruísta empresário bem-sucedido, homem “de posses”, pronto a abrir os cordões à bolsa ainda o amigo vai no primeiro “olha…ah…”! Acompanhar as reportagens da SIC acerca da Operação Marquês tem sido uma espécie de tragicomédia, cá em casa. Alterou-nos a rotina dos últimos dois dias, coagindo-nos, inclusive, a descurar a sagrada hora de dormir do nosso filho. Mea culpa! Mas, até a ele, as (...)
16.Abr.18

Diz-me que subsídios recebes, dir-te-ei que político és...

naomedeemouvidos
Na opinião- não sei se cínica, não sei se sábia- de um meu amigo só há dois tipos de políticos: os corruptos que ainda vão fazendo qualquer coisa pelos outros (extra-amigos-e-família, entenda-se…) e os corruptos que só fazem em prol…da sua prole. Ambos os casos, incluem fazer sempre muito por si próprios, evidentemente. O caso (mais um!) recente da duplicação de abonos por deslocações é só mais uma obscenidade assim-assim. Nem será bem corrupção, não é? É só (...)
12.Abr.18

I'm sorry, I'm (kind of) stupid...

naomedeemouvidos
Mark Zuckerberg não “sabe” nada nem “ouviu nada” sobre funcionários do Facebook envolvidos no acesso a dados usados pela Cambridge Analytica; acredita que nenhum funcionário seu acede, acederia ou acederá, a dados pessoais alheios, apesar de “teoricamente” o poder fazer; assume falta de “visão” para prevenir um mau uso de algumas (poderosíssimas) ferramentas da sua rede social e, claro, pede desculpa. Espanta-me sempre a pureza, a ingenuidade, a falta de memória e (...)
05.Abr.18

Ronaldo. Cristiano Ronaldo

naomedeemouvidos
The man is not human… É um dos comentários que li na sequência daquele que poderá ser (dizem os entendidos) o melhor golo da carreira de Cristiano Ronaldo. Não sou fã de futebol. Muito menos, dos seus protagonistas onde cabe um pouco de tudo o que de pior se pode encontrar na sociedade reles: má-criação, agressividade desmedida e, às vezes, criminosa, violência verbal ao nível dos piores arruaceiros, falta de seriedade e de profissionalismo e um nível de intelecto comparável aos twittes
18.Mar.18

Uma banhada de ética...

naomedeemouvidos
Se o ridículo matasse, Rui Rio não precisava de desesperar à espera da demissão do senhor Barreiras Duarte. Espanta-me que alguém que sempre passou, ou tentou passar, uma imagem séria da forma de fazer política, possa ser amigo pessoal de outro alguém que não tem vergonha de mentir no seu curriculum apropriando-se, de forma simplória e patética, de um estatuto que nunca teve. Não diz o ditado “Diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és”? Forjar habilitações académicas (...)
12.Dez.17

Mais um caso, nada raríssimo...

naomedeemouvidos
Rendi-me ao título do dia.  Mais um caso, nada raríssimo, a mostrar que Portugal, na sua essência, continua igual a si próprio. Bem podemos babar-nos (e bem!) com o reconhecimento da nossa hospitalidade (calorosa!), da nossa gastronomia (divina!), dos nossos vinhos (soberbos!), do nosso património imaterial (um PARABÉNS enorme para os artesãos de Estremoz mais os seus deliciosos bonecos), etc, que a imagem de marca do chico-espertismo no seu pior, não desloca. É a nódoa no (...)
07.Dez.17

Make Israel Geat Again

naomedeemouvidos
Há uma frase de Isaac Newton de que gosto particularmente, embora nada tenha a ver com qualquer das três famosas leis da Física: "Tact is the art of making a point without making an enemy". Ora, todos sabemos que tacto é coisa que o mais recente e alaranjado presidente dos Estados Unidos não tem. De facto, Donald Trump é o elefante da loja de porcelanas e a loja de porcelanas é o mundo ao seu redor. Cada vez que o homem levanta a mão direita para debitar os 4 ou 5 adjectivos que (...)
21.Nov.17

Bons professores, Maus professores, muito, pouco ou nada?

naomedeemouvidos
Em qualquer profissão, os medíocres, por muito pouco que ganhem, ganham sempre demasiado. Entre os professores, a regra também se aplica. Há professores excelentes, há professores assim-assim e há professores francamente medíocres. Já trabalhei como professora, sempre em escolas públicas, e já convivi com todas as espécies, mais ou menos raras, dos melhores aos piores. Deixei de leccionar em escolas e passei a dedicar-me, exclusivamente, ao apoio particular de alunos do ensino (...)