Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Fiascos de várias cores.

por naomedeemouvidos, em 21.12.18

Depois de uma sangria desatada de artigos, notícias, entrevistas e muitos desejos amarelos, a manifestação que ia parar Portugal, travou-se a si mesma, esfumou-se mesmo antes de começar.

Não sou capaz de dizer o que terá frustrado - estrondosamente - a tentativa de protesto. Palpita-me que não saber bem o que se pretende para o país, enquanto país, longe dos chavões tão gastos quanto vazios, tenha ajudado. Gritar muito e muito alto tem, mais ou menos, o mesmo efeito que chorar: alivia mas dificilmente resolve qualquer coisa.

No entanto, era prudente e sensato que a comunicação social dita de referência fizesse um bocadinho mais do que informar por antecipação, criando (ansiando por) notícias antes dos factos. Para isso, já temos outros protagonistas de maior arrojo e competência, dispensam-se imitadores medíocres. Se o bom jornalismo sucumbir à orgia da desinformação inflamada a troco de auditório fácil e fecundo, a democracia talvez passe ao regime mais dispensável do mundo...

 

 

publicado às 20:02


“Nada na vida deve ser temido; apenas compreendido.” Marie Curie.

Layout

Gaffe


naomedeemouvidos@gmail.com


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.