Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Contos com fadas.

por naomedeemouvidos, em 20.02.19

Vale do Loire.PNG

 

 

    Pararam em frente ao portão, magnífico. Quase não têm a certeza de estar no lugar certo. São outros tempos e o GPS ainda não é essa realidade incontornável e absolutamente imprescindível.

    Há muito que vêm ladeando o muro, no correr da estrada, adivinhando o imenso jardim, como se toda a vila coubesse dentro do pequeno castelo. Olharam, novamente, o mapa, uma ratificação redundante, desnecessária, não há mais nada em volta e a morada é exactamente aquela.

   

    A campainha soou delicada, enchendo o ar, ainda assim, tal a dimensão do silêncio. Esperam um pouco, até a dona da casa assomar à porta, lá ao longe. Sabem que, apesar do tamanho da propriedade e do primoroso estado de conservação e cuidado irrepreensível, quase não há criados.

   A senhora apressa-se a recebê-los, em passos curtos e elegantes. É pequena, ao longe, quase parece uma criança. Chega, enfim, ao portão, a sorrir, o cabelo todo branco, não, prateado, preso num coque, suavemente maquilhada, os olhos ainda jovens e brilhantes, atentos e genuínos. Desculpa-se pela demora. Conversa, diligente, mas delicada, em português. É portuguesa, explica, viveu em Portugal até aos nove anos, tem, por isso, o vocabulário ao nível de uma criança dessa idade. Pois, terão sido uns nove anos versados, lúcidos, perfeitos.

    Encaminha-os para a entrada da casa. Encanta-se com o pequeno, há-de sempre tratá-lo com enorme carinho, nesses dias que se avizinham. Não tem filhos e adora crianças.

    O marido espera-os à soleira da porta. Tem a mão direita envolta numa ligadura. Magoou-se a cuidar do jardim, pela manhã. É um pouco teimoso e recusa grandes ajudas. Às vezes, abusa. Mas, entrem, entrem, soyez les bienvenus!

    A casa é magnífica, tal como esperavam. Sim, estão um pouco cansados da viagem, mas, claro que terão o maior prazer em acompanhá-los num passeio pelo jardim. É só o tempo necessário para pousar as malas e trocar de roupa, um duche rápido, um breve instante.

 

Vale do Loire 2.PNG

 

Vale do Loire 3.PNG

 

    Amanhã, como todas as manhãs, o pequeno-almoço terá início às 9.30h em ponto, na imponente sala de jantar, na companhia dos restantes hóspedes e do casal de anfitriões. Evidentemente, é a dona da casa quem se encarregará, como habitualmente, de o preparar e servir, com uma pequena ajuda da jovem criada. Parece perfeito. E assim será.

Vale do Loire 4.PNG

(imagens próprias)

 

 

publicado às 08:30



“Nada na vida deve ser temido; apenas compreendido.” Marie Curie.

É só o que eu acho...

"A idade não traz só rugas e cabelos brancos." E, como digo ao meu filho, "Nem sempre, nem nunca."

Sou mulher, pelo que, metade(?) do mundo não me compreende. Tenho opinião sobre tudo e mais alguma coisa, pelo que, na maioria das vezes estou errada. E escrevo de acordo com a antiga ortografia, pelo que, não me dêem ouvidos...

Eu Sou Assim

Idade - Tem dias.

Estado Civil - Muito bem casada.

Cor preferida - Cor de burro quando foge.

O meu maior feito - O meu filho.

O que sou - Devo-o aos meus pais, que me ensinaram o que realmente importa.

Irmãos - Uma, que vale por muitas, e um sobrinho lindo.

Importante na vida - Saber vivê-la, junto dos amigos e da família.

Imprescindível na bagagem de férias - Livros.

Saúde - Um bem precioso.

Dinheiro - Para tratar com respeito.


Layout

Gaffe


Arquivo



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.