Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Não sou “feminista”, assumo. Ainda gosto quando um cavalheiro me cede a passagem no elevador. Mas, já fico furiosa quando pretendem “ajudar-me” a estacionar. Manias. Como qualquer mulher que se preze, vá lá uma pessoa entender-me…

A expressão “empoderamento feminino” não me exorta particularmente. Talvez porque sou uma privilegiada, vivo num país que, apesar de muitos defeitos, ainda é livre, naquilo que a liberdade representa actualmente. E, também, porque nunca o tratamento diferenciado que, evidentemente, já senti por ser mulher foi ofensivo o suficiente para me fazer sentir diminuída como pessoa, o que não quer dizer que não me tenha apetecido já “ir às trombas” a alguém.

Adiante. Mesmo não sendo freneticamente feminista, alegro-me sempre que uma mulher conquista algo mais. Por isso, declaro que hoje é dia das mulheres! De todas, mas, particularmente destas três, que conheci nos últimos dois ou três dias. Ou melhor, conheci parte das suas histórias.

Alexandra é uma jovem de 21 anos que estuda Direito em Inglaterra. Para ajudar uma outra portuguesa residente em Londres há vários anos, uma senhora de 69 que tinha sido ludibriada por consórcio britânico de advogados, a Alexandra arriscou. Aparentemente os “sôtores” apoderaram-se (ou tentaram, até chegar a menina Alexandra!) das 170 mil libras de indemnização que a senhora recebeu, mas não recebeu, na sequência de um acidente que a terá deixado parcialmente incapacitada. A “nossa” Alexandra não se deixou intimidar, encheu-se de conhecimento, dedicação e coragem e enfrentou a “Hansen Palomares Solicitors”. E, sabem que mais? Ganhou. Pois é. A dona Ângela vai poder, finalmente, usufruir do dinheiro a que tem direito, mas que não lhe queriam dar! Grande Alexandra!

E o que dizer da Sabrina? A Sabrina é uma física americana de 24 anos. Devia ser proibido ter 24 anos e, ainda por cima, ser física. Mas não é. E como a Sabrina tem muita lata, aos 14 anos construiu um avião que pilotou pela primeira vez ao 16! É preciso ter descaramento! A Sabrina graduou-se em Física, com a nota máxima, no Massachusetts Institute of Technology e, actualmente, é estudante de doutoramento na Universidade de Harvard. Ou isto é uma daquelas novas e apelativas fake news, ou também é grande, a Sabrina!

Da última mulher, não sei o nome. Mas, esta, é bastante mais velha que as outras duas. Tão velha que já se está nas tintas para a atenção que lhe possamos prestar ou não, mas o que é justo, é justo. Quando o seu esqueleto foi encontrado presumiu-se que era de um guerreiro Viking. Um homem, claro, porque, no mesmo túmulo, foram encontrados os esqueletos de dois cavalos de guerra, uma espada e setas e, já se sabe, as mulheres vikings gostavam mais de ficar em casa a tomar conta dos filhos, a limpar o pó e a cozinhar. Mas, afinal, os testes de ADN vieram confirmar que o guerreiro era mesmo uma mulher.

Já dizia Einstein: “há uma força motriz mais poderosa do que o vapor, a electricidade e a energia atómica: a vontade”!

Um bom dia a todas as mulheres deste mundo!

Autoria e outros dados (tags, etc)


13 comentários

Imagem de perfil

De HD a 14.09.2017 às 20:07

O dia das mulheres é sempre que o sol nasce ;p
Imagem de perfil

De naomedeemouvidos a 14.09.2017 às 21:37

E viva as diferenças entre os homens e as mulheres! Digo eu, que sou muito pouco politicamente correcta.
Imagem de perfil

De Carlos a 14.09.2017 às 21:50

Existe ainda um caminho longo no que toca à igualdade...fruto de uma sociedade machista e ainda conservadora! Contudo para mim, todos os dias são o dia delas... Afinal a elas devo o meu crescimento e personalidade!
Imagem de perfil

De mami a 14.09.2017 às 23:28

que mais mulheres tenham grandes conquistas!
Imagem de perfil

De Paula Rocha a 15.09.2017 às 15:08

Eu gosto que os homens sejam o sexo forte.
Eles que carreguem os sacos de compras
Eles que carreguem o mobiliário quando fazemos mudanças
Eles que montem aqueles móveis que vêm com um livro de instruções que é mais difícil de decifrar que os Lusíadas
Eles que mudem o pneu dos carro
Eles que vão na frente quando vamos a um concerto com milhares de pessoas
Eles que façam tudo aquilo que nós mulheres não devemos fazer pois lá vai o verniz, partimos uma unha, e sujamos a nossa roupinha
Quanto ao resto fica por nossa conta, usar o cérebro, ser mais produtivas aguentar mais facilmente as dores, e dar à luz
Eles só deviam ter o período para saberem o que é bom e não estarem sempre a dizer que isto do TPM é invenção.
Imagem de perfil

De Paula Rocha a 15.09.2017 às 15:10

Mais:
Eles que consertem o electrodoméstico que avariou e o mais rápido possível pois vamos precisar de o utilizar.

Imagem de perfil

De naomedeemouvidos a 15.09.2017 às 18:50

Oh, Paula!, espero que estejas a ser docemente cáustica
Efectivamente, homens e mulheres são diferentes em muitos aspectos e, quanto a mim, essas diferenças são saudáveis quando vividas de forma graciosa e em harmonia, sem superioridades nem vassalagem.
Imagem de perfil

De Paula Rocha a 16.09.2017 às 09:29

Olá, é evidente que estou a ser cáustica:)
Beijinhos
Imagem de perfil

De naomedeemouvidos a 16.09.2017 às 09:55

Bom fim-de-semana!
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 18.09.2017 às 12:10

deveria haver mais dias das mulheres, mas já o disse e digo: as principais inimigas das mulheres são outras mulheres, que muitas vezes se metem em guerras mesquinhas e invejosas. Ainda há muito caminho a percorrer. Veja-se o nº de candidatas às câmaras municipais. As mulheres continuam residuais.
Pior, numa apresentação de listas numa camara, um dos oradores teve o descaramento de falar de "saias travadas" e outras frases sexistas e conservadoras.
Imagem de perfil

De naomedeemouvidos a 18.09.2017 às 12:26

É verdade que, muitas vezes, as piores inimigas das mulheres são outras mulheres. Infelizmente.
De resto, ainda há, um longo caminho a percorrer. Hoje mesmo, quando estava a chegar ao escritório, cruzei-me com uma mulher bonita e bem-vestida. Passávamos em frente a uma imobiliária e um homem (um funcionário e, aparentemente, seu conhecido) diz-lhe qualquer coisa do género, "está sempre muito bem, mas, hoje, está particularmente bonita". Ela agradeceu, com um riso nervoso. Foi uma ofensa? Foi desconfortável para a mulher? O senhor diria a mesma coisa a um colega ou conhecido do sexo masculino? É um comentário sexista, machista? Configura uma desvalorização da mulher? Foi simpático? Não tem a menor importância?
Continua a ser difícil encontrar alguns equilíbrios. A mais que justa e urgente igualdade de oportunidades, de salários para as mesmas competências, etc, etc, etc, faz-se a ferro e fogo...

Comentar post



"Nada na vida dever ser temido, apenas compreendido." Marie Curie

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Eu Sou Assim

IDADE_Tem dias. ESTADO CIVIL_Muito bem casada. COR PREFERIDA_Cor de burro quando foge. O MEU MAIOR FEITO_O meu filho. O QUE SOU_Devo-o aos meus pais, que me ensinaram o que realmente importa. IRMÃOS_ Uma, que vale por muitas, e um sobrinho lindo. IMPORTANTE NA VIDA_ Saber vivê-la, junto dos amigos e da família. IMPRESCINDÍVEL NA BAGAGEM de FÉRIAS_Livros. SAÚDE_Um bem precioso. DINHEIRO_Para tratar com respeito.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

É só o que eu acho...

"A idade não traz só rugas e cabelos brancos." E, como digo ao meu filho, "Nem sempre, nem nunca."