Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



       “A moderação é uma coisa fatal (...). Nada tem mais sucesso do que o excesso”. De modo que, vários homens e mulheres de sucesso têm, de quando em vez, os seus genuínos e apopléticos excessos. Os atletas e desportistas de topo, por exemplo, manifestam, muitas vezes, esses dramáticos excessos com explosões de personalidade, adrenalina e testosterona, sendo que – estando a Biologia a aproximar-se do género ciência oculta – a última já há muito deixou de pertencer exclusivamente ao género masculino.

      Desde partir raquetas e insultar árbitros, a pontapear ou socar adversários e (porque não??) apertar o travão dianteiro da mota de um outro piloto, em pista e a uma velocidade, assim, parece que, a mais de 200 km/h, vale de tudo porque o mundo da competição não é para meninos. Nem para meninas. Ou, pelo menos, não é para meninos e meninas bem educados; craque que é craque deve possuir, e exibir!, a sua boa dose de mau feitio.

       Mas, como há castigos mais exemplares do que outros, porque os excessos também não são todos iguais, Romano Fenati, piloto italiano de 22 anos, foi suspenso, desclassificado, despedido e perdeu a sua licença de competição, depois de se ter vingado do colega que também já tinha sido mau para ele, durante a prova de Moto2 em San Marino. Agora, Fenati vai voltar a estudar para ver se aprende a arte de como não estragar, de forma estúpida e em poucos segundos, uma carreira promissora.

            Imagino que, como habitualmente, ainda muita água há-de correr. Afinal, exibições violentas de anti-desportivismo são, como muitos dizem, a “imagem de marca” de muitos atletas e ainda se vai defender que o miúdo, coitado, não merece, porque palermas são como os chapéus: há muitos. De preferência, belos, moderadamente limpos, mas eternamente maus.

Autoria e outros dados (tags, etc)



"Nada na vida dever ser temido, apenas compreendido." Marie Curie

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Eu Sou Assim

IDADE_Tem dias. ESTADO CIVIL_Muito bem casada. COR PREFERIDA_Cor de burro quando foge. O MEU MAIOR FEITO_O meu filho. O QUE SOU_Devo-o aos meus pais, que me ensinaram o que realmente importa. IRMÃOS_ Uma, que vale por muitas, e um sobrinho lindo. IMPORTANTE NA VIDA_ Saber vivê-la, junto dos amigos e da família. IMPRESCINDÍVEL NA BAGAGEM de FÉRIAS_Livros. SAÚDE_Um bem precioso. DINHEIRO_Para tratar com respeito.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

É só o que eu acho...

"A idade não traz só rugas e cabelos brancos." E, como digo ao meu filho, "Nem sempre, nem nunca."