Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BdC foi detido...olha que chato.

por naomedeemouvidos, em 11.11.18

    O meu interesse por futebol é praticamente nulo. Com excepção dos jogos da selecção nacional – quando me deixo animar por uma espécie de patriotismo saloio, muito anterior às auspiciosas bandeirinhas do Scolari – não tenho especial apreço pelo espectáculo e, seguramente, não entendo o delírio das massas associativas e dos adeptos, embora tenha ido muitas vezes, com o meu pai (sócio cativo do FCP durante muitos anos) e a minha irmã, ao antigo estádio das Antas; era no tempo em que ainda podíamos frequentar estádios de futebol sem medo de lá deixar parte da nossa integridade física e moral.

    Se interesse tenho pouco, conhecimentos futebolísticos tenho nenhuns. Nunca percebi bem o que é um fora de jogo e acho que sei reconhecer um golo porque a baliza é grande e até para a ignorância há um certo limite. Mas, o caso Sporting-Alcochete-Bruno-de-Carvalho-e-os-seus-fantoches interessa-me porque sai um pouco da esfera do futebol. É o caso de um narcisista fanfarrão e lunático, com tiques de autoritarismo rasteiro e pífio, aspirante a Deus, que usou e atiçou um grupo de arruaceiros para – mantendo as suas mãos limpas como Pilatos – impor um correctivo exemplar a um grupo de meninos mimados e desagradecidos que não adoravam o mestre, como lhes era devido.

    Apesar de todas as tentativas, algumas ridículas e outras cobardes, para fingir que não tinha qualquer responsabilidade nos actos de inacreditável violência gratuita e aparente retaliação (por maus resultados do clube?) que tiveram lugar na Academia de Alcochete, as autoridades parecem estar na posse de provas que podem fundamentar a culpabilidade de Bruno de Carvalho enquanto mandante do ataque canalha.

    Ao contrário de novas e sombrias agendas, as palavras são, de facto, poderosas e – do futebol à política – há, para muitos e perigosos protagonistas, uma retórica minuciosamente pensada e usada para promover o ódio, acicatar as hostes e provocar estragos selectivos, que venham a servir de meios para atingir ambiciosos fins.

    As implicações da detenção de Bruno de Carvalho no mundo do futebol e das finanças do clube a que presidiu interessa-me pouco ou nada. Importam-me, sim, as consequências que isso possa vir a ter como contributo para limitar uma forma emergente de reinar pelo medo e pela intimidação. Se não o permitirmos no futebol, talvez possamos ter a esperança de não o virmos a permitir noutras áreas muito mais importantes para a sobrevivência da nossa democracia.

publicado às 23:43



“Nada na vida deve ser temido; apenas compreendido.” Marie Curie.

É só o que eu acho...

"A idade não traz só rugas e cabelos brancos." E, como digo ao meu filho, "Nem sempre, nem nunca."

Sou mulher, pelo que, metade(?) do mundo não me compreende. Tenho opinião sobre tudo e mais alguma coisa, pelo que, na maioria das vezes estou errada. E escrevo de acordo com a antiga ortografia, pelo que, não me dêem ouvidos...

Eu Sou Assim

Idade - Tem dias.

Estado Civil - Muito bem casada.

Cor preferida - Cor de burro quando foge.

O meu maior feito - O meu filho.

O que sou - Devo-o aos meus pais, que me ensinaram o que realmente importa.

Irmãos - Uma, que vale por muitas, e um sobrinho lindo.

Importante na vida - Saber vivê-la, junto dos amigos e da família.

Imprescindível na bagagem de férias - Livros.

Saúde - Um bem precioso.

Dinheiro - Para tratar com respeito.


Layout

Gaffe


Arquivo



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.