Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Portugal numa metáfora (pode ser numa pirâmide).

por naomedeemouvidos, em 17.07.19

CM.PNG

Começa assim: “Clayton Morris era apresentador da Fox News e é suspeito de montar um esquema semelhante ao da Dona Branca. Acossado com dezenas de queixas em tribunal, refugiou-se em Portugal”. E até rima.

Se for o caso, parece bastante apropriado, tendo em conta que, nos EUA, Bernard Madoff cumpre uma pena de 150 anos pela maior burla do género, viu um dos filhos suicidar-se vergado pela infâmia e o outro morrer de cancro acusando o pai de ser o responsável pela degradação do seu estado de saúde.

Portugal será o melhor país do mundo também para impedir maçadas do género. Acabo de ouvir, e ler, que, afinal, parece não haver indícios que possam configurar eventual gestão danosa no que diz respeito aos problemas (haveremos de encontrar uma palavra melhor) de gestão e créditos que geraram as perdas ruidosas de que se fala na Caixa Geral de Depósitos.

Não só a culpa tem o hábito de morrer solteira, como as más contas parecem casar bem com a crise financeira internacional. Há coincidências de que nem o diabo se lembra.

Ainda chegaremos a potência mundial no alojamento local de gente elegante, brilhante e instruída, sem tempo nem paciência para as minudências dos tribunais. É certo que temos, dizem, um problema de invejas incontidas, de tempos a tempos, contra gente com imenso sucesso e botões de punho, mas parece não fazer grandes estragos.

Se Clayton Morris prolongar a estadia, talvez se livre, pelo menos, das suspeitas. Imprudente, sim, danoso, nunca.

publicado às 21:03



“Nada na vida deve ser temido; apenas compreendido.” Marie Curie.

É só o que eu acho...

"A idade não traz só rugas e cabelos brancos." E, como digo ao meu filho, "Nem sempre, nem nunca."

Sou mulher, pelo que, metade(?) do mundo não me compreende. Tenho opinião sobre tudo e mais alguma coisa, pelo que, na maioria das vezes estou errada. E escrevo de acordo com a antiga ortografia, pelo que, não me dêem ouvidos...

Eu Sou Assim

Idade - Tem dias.

Estado Civil - Muito bem casada.

Cor preferida - Cor de burro quando foge.

O meu maior feito - O meu filho.

O que sou - Devo-o aos meus pais, que me ensinaram o que realmente importa.

Irmãos - Uma, que vale por muitas, e um sobrinho lindo.

Importante na vida - Saber vivê-la, junto dos amigos e da família.

Imprescindível na bagagem de férias - Livros.

Saúde - Um bem precioso.

Dinheiro - Para tratar com respeito.


Layout

Gaffe


Arquivo



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.