Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



"Está dito"; e, normalmente, surge no Expresso...

por naomedeemouvidos, em 15.09.18

            “Meu caro, se fossem poderosos, não iam para a cadeia.”

Diga lá outra vez…?

            João Araújo saiu-se com esta, no programa Expresso da Meia Noite desta sexta-feira. Estava a ser interpelado sobre o sentimento geral, verdadeiro ou não, da população portuguesa acerca do fim da impunidade dos poderosos que parece ter-se colado aos elogios ao trabalho de Joana Marques Vidal. Ricardo Costa afirma, então, e como suposto exemplo, que, nos próximos meses, os portugueses poderão vir a assistir à prisão efectiva de Duarte Lima e Armando Vara e que não estamos habituados a ver “pessoas altamente poderosas” a ter de cumprir pena de prisão efectiva. E é aqui que, enquanto Marinho e Pinto se contorce, na poltrona em frente, franzindo o sobrolho com alguma incredulidade, em tom de “o que é que estás para aí a dizer, Ricardo?”, o algo abrutalhado e muito contundente João Araújo arremessa a supracitada, sem dó nem piedade, com a desenvoltura singela de quem constata o que é óbvio por si mesmo, como uma verdade de La Palice, mas sem erro de interpretação.

            Não sei se fico mais estarrecida com a confirmação descarada que a frase encerra ou com o facto de a sua verbalização não ter provocado uma interpelação assertiva, dos seus interlocutores, sobre o alcance do seu significado. Bernardo Ferrão ainda demora uns segundos a digerir a coisa, suponho, mas não vai além de um tímido “se calhar é isso que Joana Marques Vidal está a conseguir acabar”.

            Vou tomar qualquer coisinha, a ver se me acalmo que, se calhar, é impressão minha e aquilo não é tão grave assim. Como é que diz a Ana Bola? Já me enervei…e também não vou lá com chás nem infusões, palpita-me.

             Ah, e talvez também me choque o veredito prévio e em directo do Ricardo...estou bastante confusa. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:09



“Nada na vida deve ser temido; apenas compreendido.” Marie Curie.

É só o que eu acho...

"A idade não traz só rugas e cabelos brancos." E, como digo ao meu filho, "Nem sempre, nem nunca."

Sou mulher, pelo que, metade(?) do mundo não me compreende. Tenho opinião sobre tudo e mais alguma coisa, pelo que, na maioria das vezes estou errada. E escrevo de acordo com a antiga ortografia, pelo que, não me dêem ouvidos...

Eu Sou Assim

Idade - Tem dias.

Estado Civil - Muito bem casada.

Cor preferida - Cor de burro quando foge.

O meu maior feito - O meu filho.

O que sou - Devo-o aos meus pais, que me ensinaram o que realmente importa.

Irmãos - Uma, que vale por muitas, e um sobrinho lindo.

Importante na vida - Saber vivê-la, junto dos amigos e da família.

Imprescindível na bagagem de férias - Livros.

Saúde - Um bem precioso.

Dinheiro - Para tratar com respeito.


Layout

Gaffe


Arquivo



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.